Será que é realmente necessário inocular no processo de silagem? Entenda melhor a respeito desse procedimento e qual sua real importância.

A silagem é um procedimento fundamental para quem trabalha com principalmente o gado leiteiro que se alimenta majoritariamente da silagem. Considerando a importância desse procedimento, entender a necessidade de inocular é essencial.

O armazenamento de grãos/plantas para a alimentação posterior do gado é o que chamamos de silagem. Apesar de ser um procedimento conhecido para resolver os problemas de falta de pasto na seca, há outros motivos.

Quando o armazenamento é feito da maneira correta, seguindo todas as boas práticas, é possível não somente manter o teor nutricional daquele alimento, mas melhorá-lo. Isso, para o gado, é excepcional!

E não somente para a saúde do seu rebanho, mas para a maior economia por parte dos produtores – além do maior valor agregado que o produto passa a ter. Quer saber como otimizar essa etapa? Entenda melhor a importância de inocular.

Qual é a necessidade de inocular?

Quando o procedimento de inocular na silagem é feito de forma adequada o ambiente se torna rico em bactérias láticas, o que assegura a presença dos micro-organismos benéficos.

Os resultados dessa grande quantidade de bactérias são a maior produção de ácido lático proveniente das reações bioquímicas do açúcar e, também pela redução nos níveis de oxigênio na silagem, através da compactação bem feita.

Por consequência há a redução do pH, tornando o ambiente ainda mais ácido. Isso, por sua vez, favorece a conservação da forragem de forma adequada.

Ao inocular corretamente na silagem você consegue acelerar a fermentação para chegar ao pH adequado rapidamente. Sendo assim, o silo já pode ser aberto depois de 72 horas.

Tudo isso sem perda de nutrientes! Investir em bons produtos e boas práticas na silagem e em outras operações favoráveis em sua fazenda é a maneira de se destacar entre os concorrentes por conta de bons produtos.

Esse tipo de ação não deve, nunca, ser vista como um gasto, mas como um investimento. Tudo que melhore a qualidade, facilite a gestão, agregue valor ao seu produto e otimize processos é um bom investimento e traz muito retorno.

Inocular com produtos de menor concentração

Nem todo inoculante é igual ao outro, há aqueles que não usam bactérias puras e nem em alta concentração de micro-organismos. O resultado disso é um processo de inoculação inadequado.

É preciso que o produto seja capaz de promover um meio propício para as reações bioquímicas acontecerem e, para isso, é necessário ter uma concentração mínima de bactérias.

Caso contrário a fermentação acabará ficando muito lenta e até mesmo pode chegar a ser insuficiente.

Além desse ponto, é fundamental saber qual tipo de produto adquirir, pois há certa variedade de inoculantes no mercado e cada qual é mais indicado para uma situação.

Então é importante conhecer as particularidades da sua propriedade (tipo de plantação, objetivo da silagem, quantidade de matéria, porcentagem de umidade, etc.) antes de fazer uma escolha.

Mas uma coisa é certa: se tudo for feito da maneira correta e utilizando os produtos certos, com certeza o seu gado será muito bem alimentado, pois inocular adequadamente traz muitos resultados positivos.

 

Onde adquirir bons produtos

Como já salientado várias vezes, é muito importante usar um produto de qualidade. Ao pesquisar nos sites de busca você irá se deparar com diversas possibilidades de compra.

Para assegurar que está fazendo uma boa escolha, conheça um pouco dos produtos da SLO Agropecuária. Lá você encontra vários tipos de produtos destinados à silagem.

Inocular de forma adequada nunca foi tão fácil! Agora que você já sabe da importância, comece a estudar formas e produtos para colocar esse procedimento em prática.